sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Simplesmente a verdade (que nada tem de simples)

    Vem este apontamento a propósito da aula de Literatura Portuguesa de hoje.

   No contexto da leitura da obra de Fernão Lopes, tem sido este escritor objeto de algumas referências nas minhas aulas, pelos seus aspetos biográficos, bibliográficos e estilísticos, para além de uma ou outra relação com outros dominios da saber e outras formas de expressão artística.
    Com o documentário "Fernão Lopes, simplesmente a verdade", do programa "A Alma e a Gente" (da autoria do Professor José Hermano Saraiva), tiveram os alunos de anotar elementos respeitantes aos seguintes tópicos: biografia; obras do cronista em geral; Crónica de Dom João I em particular.

Montagem de imagens alusivas ao escritor Fernão Lopes

     A lição do professor foi visionada e escutada no jeito comunicativo e expressivo com que habituou o auditório dos seus programas televisivos. No fundo, pôde ser experienciada uma exposição com "o sangue da paixão humana", palavras que o estudioso usou para caracterizar o estilo do próprio cronista quatrocentista.
    O documentário consiste numa explanação dos pressupostos histórico-bi(bli)ográficos do autor medieval, bem como de alguns episódios / capítulos que podem ser lidos na já mencionada crónica. É ainda, segundo sugestão do título proposto, uma apresentação coincidente com o propósito prioritário da verdade (tão caro a Fernão Lopes, a ponto de registar no "Prólogo" que "nosso desejo foi em esta obra escrever verdade, sem outra mistura, deixando nos bons aquecimentos todo fingido louvor, e nuamente mostrar ao povo, quaisquer contrárias cousas, da guisa que avieram").
    Num discurso acessível, de vivacidade sugestiva e empenhada numa aproximação do professor ao telespectador, revê-se também o texto lopiano pautado por marcas de uma oralidade comprometida com um leitor-ouvinte e os efeitos oratórios necessários à historiografia e à divulgação de feitos e heróis nacionais da fase final da Idade Média.

     Na próxima aula, ver-se-á o resultado da atividade, nos discursos de um minuto que vão ter de produzir a partir da tomada de notas.